sobre

Milton Nitta é de Cruzeiro do Oeste. Casado, tem dois filhos e foi empresário dos ramos farmacêutico e fotográfico durante 47 anos, quando decidiu buscar um novo significado para sua vida, uma nova profissão, um novo projeto de vida.

Tendo sido um amante dos esportes desde a infância, começou participando de corridas de 10 Km na fase adulta, até chegar nas ultramaratonas de montanhas.

Esteve nas corridas Half Mission - Brasil, 80 Km; Patagonia Run - Argentina, 100 e 120 Km; Ultra Trail Guara Somontano - Alquezar, Espanha, 102 Km; El Cruce - entre Chile e Argentina, 103 Km.

Em 2015, percorreu o Ultra Trail du Mont Blanc. Considerada a mais prestigiada da Europa, nenhuma corrida de trilha no mundo a ela se assemelha. Ela acontece uma vez ao ano, nos Alpes, atravessando França, Itália e Suíça.

Chegou em 11° lugar na categoria, sendo o primeiro brasileiro a finalizá-la até 2015 na sua faixa etária, 60 anos, com o tempo de 43h10m50s, sem parar para dormir ou descansar, durante dia e noite, um percurso de 168 km.

Retornando ao Brasil, decidiu ser palestrante. Aos 60 anos, estabeleceu um novo recomeço, novos objetivos, novas conquistas e encontrou um novo significado em sua caminhada.

Compartilha, desde então, suas experiências de vida e de atleta: a importância de uma vida ativa, em movimento, longe do sedentarismo, tanto para a conquista de objetivos, metas, foco, resiliência e mudança de paradigmas em sua vida empresarial, quanto para a busca de envelhecimento pleno, com autonomia, auto estima, vigor, fantasias e prazeres que a vida nos proporciona.


Disciplina é a fonte da realização.


"Toda parte do nosso corpo se tornará sadia, bem desenvolvida e com envelhecimento lento,
se exercitadas, no entanto, se não forem exercitadas,
tais partes se tornarão suscetíveis a doenças, deficientes no crescimento e envelhecerão precocemente."

Hipócrates 460 - 370- a.c

palestras

COMO ALCANÇAR SEU POTENCIAL
Se Deus Quiser……..

Juventude não é sinônimo de vida longa, nem tampouco velhice equivale à vida curta. A vida longa depende da vontade de Deus, no entanto devemos fazer a nossa parte. Vivemos hoje num mundo de sedentarismo, obesidade e má alimentação. Uma em cada três de nossas crianças na faixa de 5 a 9 anos sofre de obesidade.80% de nossos adolescentes não praticam atividade física por pelo menos uma hora ao dia, período mínimo recomendado pela OMS. A criança obesa de hoje, será o adulto obeso de amanhã. No Brasil, são registradas diariamente 960 mortes decorrente de doenças cardiovasculares, e, segundo a OMS, até 2040 esse número aumentará em 250%. No entanto, somos a geração abençoada com 1/3 a mais de vida, isso é, 34 anos. Não transfira apenas para Deus. Você, está fazendo a sua parte? Como você se vê daqui a 30 anos? Ativo ou numa maca de ambulatório? Você decide. Mudar é difícil,não mudar é fatal.

MEXA-SE.

Ageless

São pessoas acima de 60 anos . Não são jovens, nem velhas. São indivíduos sem idade. Somos a geração baby boomer pós ll guerra, passamos pela morte de John F. Kennedy, Martin Luther King Jr. Presenciamos a chegada do homem à Lua e a Guerra do Vietnã. Somos a primeira geração que cresceu em frente à TV. Somos a primeira geração a ter adolescência, mudamos o comportamento sexual com o advento da pílula anticoncepcional e criamos a famosa frase: “não confie em ninguém com mais de 30”. Somos os nascidos entre 1946 a 1964. Lutamos contra o estigma do envelhecimento do “velho de pijama”, do velho sem objetivos, que não pode amar e nem saborear os prazeres que a vida continua oferecendo. Queremos ser ativos e participar plenamente da sociedade com planos e visão em nossa nova paisagem . Nessa fase, a mulher se descobre e dá cada vez mais valor à sua liberdade e o homem, à família e ao lar. Envelhecimento diferentes. Mas, afinal, o que vale mesmo é o amor e o companheirismo. E, se tivermos a felicidade de estar com o nosso amor da juventude, a vida será infinita.

E você,
o que está fazendo para alcançar essas conquistas?

Desafio é para invencíveis

Uma jornada entre 2009 e 2015, até passar pelo portal de chegada da Ultra Trail Mont Blanc, após percorrer trilhas de montanha entre França, Itália e Suíça. Foram 43h10m50s; dois dias, duas noites; sem parar, sem dormir, no percurso de 168 Km entre 10 montanhas, ladeadas de neve, com 2.700 participantes e apenas 12 brasileiros. Fiquei em 11° na categoria acima de 60 anos. Sou o único brasileiro a finalizar nessa idade até 2016. Fui o 2° brasileiro a chegar em 2015, sendo o 1° amador. Como foi essa preparação e como mantive esse foco durante 6 anos para conseguir meu objetivo, ultrapassando limites físicos e psicológicos? Como suportei os longos treinos de 20 horas, nas noites intermináveis de chuva, tendo como companhia física o amigo do homem, o cachorro e Deus? Qual foi o segredo para essa conquista que parecia impossível? Quais foram as ferramentas mentais utilizadas?

Quais?

Conheça nosso Facebook!


Depoimentos

Conheça nosso canal no YouTube

BLOG

Entre em contato